Aecho Ambiental
AECHO_colorido.jpg

AVALIAÇÃO NÍVEIS DE ILUMINAMENTO

separador.png

Os níveis de iluminamento dos locais de trabalho são extremamente importantes para a segurança, conforto e produtividade do colaborador. A NR-17, responsável por tratar dos parâmetros de ergonomia no ambiente de trabalho, prevê também padrões básicos para esse quesito, como os seguintes:

17.5.3 Em todos os locais de trabalho deve haver iluminação adequada, natural ou artificial, geral ou suplementar, apropriada à natureza da atividade.

 

17.5.3.1 A iluminação geral deve ser uniformemente distribuída e difusa.

 

17.5.3.2 A iluminação geral ou suplementar deve ser projetada e instalada de forma a evitar ofuscamento, reflexos incômodos, sombras e contrastes excessivos.

pexels-photo-416320.jpeg

Entretanto, a norma regulamentadora, desde 24 de outubro de 2018, requere a utilização da NHO 11 para a quantificação dos níveis mínimos de iluminamento em ambientes internos de trabalho:

 

17.5.3.3 Os métodos de medição e os níveis mínimos de iluminamento a serem observados nos locais de trabalho são os estabelecidos na Norma de Higiene Ocupacional n.º 11 (NHO 11) da FUNDACENTRO - Avaliação dos Níveis de Iluminamento em Ambientes de Trabalho Internos.

(Alterado pela Portaria MTb n.º 876, de 24 de outubro de 2018)

Portanto, em vez de apenas prever o uso de um luxímetro com fotocélula corrigida para a sensibilidade do olho humano e em função do ângulo de incidência, a NHO 11, redigida pela FUNDACENTRO, requisita outros parâmetros que só são possíveis de serem medidos com um equipamento mais complexo.

ÍNDICE DE REPRODUÇÃO DE CORES

separador.png

Um desses parâmetros é o índice geral de reprodução de cores (IRC), que pela definição da norma Expressa a relação entre a cor real de um objeto ou sua superfície e a aparência percebida diante de uma fonte luminosa. Varia de 0 a 100. É utilizado para medir a fidelidade de cor que a iluminação reproduz nos objetos.” Ou seja, nem toda iluminação reproduzirá a cor real do objeto em que ela incide. Lâmpadas do tipo LED, por exemplo, reproduzem mais fielmente as cores dos objetos, em torno de 85, dependendo de sua qualidade. Já lâmpadas fluorescentes tendem a apresentar um IRC mais baixo, por volta de 75.

Capturar.PNG

Figuras: representação do espectro luminoso de quatro fontes diferentes. Fonte: Lumicenter Iluminação.

TIPOS DE LÂMPADA

separador.png

Outra característica importante que o equipamento utilizado para a medição deve ter é a capacidade de medir os níveis independentemente do tipo de lâmpada (fluorescente, LED, vapor de sódio etc.). Com a popularização das lâmpadas tipo LED, é comum encontrar em ambientes de trabalho luminárias que as utilizam.

pexels-photo-132340.jpeg

 

Visto que essas duas características, medir o índice de reprodução de cores e medir níveis de iluminamento de diversos tipos de iluminação, são essenciais para atender a nova Portaria, é necessária a utilização de um equipamento muito mais tecnológico, de difícil aquisição no atual mercado. Além disso, a NHO 11 detalha o procedimento correto para a determinação dos níveis de iluminamento do ambiente, tornando o processo de medição mais meticuloso e moroso.

 

A Aecho - Avaliações Ambientais possui os profissionais qualificados para a identificação completa dos riscos e a realização das análises necessárias para o correto diagnóstico da situação real, além dos melhores equipamentos para a melhor precisão nos resultados que a sua empresa espera.

 

Estamos disponíveis para eventuais questionamentos sobre esse e outros assuntos realacionados à saúde e ao meio ambiente. 

FONTES E LINKS

 

  • NHO 11 - Avaliação dos níveis de iluminamento em ambientes internos de trabalho, disponível em: NHO 11 - FUNDACENTRO

 

DEIXE AQUI SUA DÚVIDA, COMENTÁRIO OU REQUISIÇÃO DE SERVIÇO

separador.png